• Paula Martins

Lei do Pertencimento

Os sistemas NECESSITAM ser completos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Existe uma necessidade de que tudo que faz parte, continue, NADA PODE SER EXCLUÍDO.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Quando algo (assunto) ou alguém não é honrado, ou seja, é colocado de lado e não se fala, o sistema faz pressão para que este lugar seja preenchido. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

E aí surgem os SINTOMAS, que vão ser essa NECESSIDADE DE INCLUSÃO. Algo precisa surgir para ocupar esse lugar.

A questão é que este algo precisa ser “carregado” por alguém, e é aí que o sintoma surge em algum dos integrantes do sistema. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Esta pessoa, por amor, “carrega” este algo a mais, na INTENÇÃO INCONSCIENTE de estar fazendo o bem para o sistema.


Ao "carregar", ao se colocar no lugar de outra pessoa, de um maior, esta pessoa vai ter desequilíbrios na vida, pois está fazendo por alguém. Não está ocupando o seu lugar. E ao fazer isso, na intenção de "arrumar" algo que ficou para trás, não olha para sua vida, ou não olha para quem está ao seu lado. Surge aí outro desequilíbrio, pois, ao não estar ocupando seu lugar, seus filhos ou netos vão fazer o mesmo: sair de seus lugares para ocupar a sua falta. E isso vira uma dinâmica na família.

Como sair desta dinâmica? Olhando para seus pais, seus avós, reconhecendo e honrando toda a história, entrando na "culpa" de não pode ajudar, e ficar no SEU LUGAR. Isso quebra o ciclo, e cura as próximas gerações.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Você percebe algo na sua vida que pode ser sistêmico? Constele sua questão e entenda qual é o SEU LUGAR.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo